Archive for novembro \30\+00:00 2012

Se

novembro 30, 2012

Havia tanto tempo pra viver ,

e eu só pensava em me esconder,

talvez tive medo de ti dizer,

que á apenas uma forma ,

para viver em paz ,

eu sei perdi minha chance foi de relance,

e

acabou ficando fora do meu alcance,

e na memoria repito em dizer que foi bom conhecer você,

mesmo não podendo ter em meu braços ,

mais as escolhas não são assim são definitivas ,

sem chance de devolução ,

hoje eu penso oque realmente fui fazer lá fora ?

se não aprender sem demora, que a vida não espera, e nem permite  planos ansiosos .

e oque sempre nos derruba são nosso erros que não conseguimos revolver .

e nem mesmo ter a chance de desfazelos .

Apenas á

novembro 30, 2012

dias que vão, a dias que vem, e tanto me faz se pra mim também já foi um dia eu acho que passou,

Retrato mal falado

novembro 30, 2012

Ta tudo meio errado,falhado não sei como explicar ,

quanto tempo resta ? será que á o motivo da sobrevivência .

ou vivemos em vão ?. as vezes me confundo , me iludo me recuso a acreditar em tanta baboseira,

eu tenho dias ,bebidas ,remédios, prazos , incertezas, que não se calam por um segundo se quer ,acabei criando desavenças comigo mesmo , Não vou dizer que perdi porque elas durão até hoje,

se houvesse uma resposta ? você gostaria de ouvir ?

talvez não ,acabei perdendo tempo demais aqui, comigo, com você, com agente ,

cheguei a um ponto de visão totalmente turva , e me entreguei a uma coisa que não conhecia ,

só ouvi falar um dia, que fazia mal, ignorei ,acabei naufragando  ,

realmente sem situações pra voltar ao estado “normal” ,

acabei me refugiando nos meus sonhos , mais eles nunca duraram muito ,

nesse tempo que vivo ,atras de uma pequena resposta que me faça voltar a ver tudo com uma logica sensata ,hoje posso te dizer que o mundo não faz sentido e as pessoas ?. Menos ainda .

 

 

 

Eu penso que

novembro 15, 2012

Até que valeu a pena, quebrar a cara,

pra depois , não saber como se sentir ,

e nem como se expressar ,

e sair escrevendo uma penca de textos,

que na verdade , não vão melhorar porra nenhuma,

na minha vida.

Só pra definir o termo tristeza,

 = não é qualquer merda ,é serio, machuca estraga  marca Mata .

pode até se ofender com essa porcaria de texto,

 cheio de baboseiras e erros de português,

mas sera que já passou por isso uma vez na vida ?,

pense , e evite o máximo de ilusões possíveis ,

mais ”SE CAIR” uma vez nessa ,

 você cai no poço e não vai ter corda pra se segurar,

e ai oque resta é se afogar, para aliviar a dor,o gelo ,

A solidão .

 

Eu não .

novembro 15, 2012

Eu não ando tendo paciência ,

eu não ando tendo sono ,

eu não ando tendo paz,

isso  tudo, já passou do tempo que eu tinha imaginado, que passaria,

eu também não ando tendo mais animo , pra tentar de novo ,

e nem Competência , para fazer dar certo.

Na verdade não tenho mais nada ,

na verdade eu tenho mais, do que imaginei que teria ,

depois da sua partida .

novembro 14, 2012

“Every living creature on Earth dies alone.”
-Donnie Darko

apenas .

novembro 14, 2012

Hoje não, nem pense,não escreva, nem se sinta só,

pelo menos hoje, de um tempo , eu sei ta difícil aqui ,

mas á uma coisa que pode te animar,

 se o romance ainda existir ,eu queria te dizer ,

que poderíamos revive-lo em nossas vidas,

devolver a cor aos corações,

e se afogar diante as canções,

você pode sorrir para vida,sem se sentir culpado,

sem se sentir logrado, 

se permita ser maior ,

porque o amanha é voraz, e quase sempre não nos permite,

 ,escapar de suas armadilhas .

sem mais delongas, ganha quem se arisca a perder .

Se amanhã .

novembro 14, 2012

nessa merda de misseira, que a vida me deixou,

nem sobra animo nem se quer para sonhar,

não á lugar ,não á resposta ,não á ninguém,

que vai te salvar,e também ninguém a tua espera .

se amanha você se lembrar.

de como destruir o coração de alguém.

saiba eu estou vivo, não muito lucido, porém vivo ,

e pronto lê mostrar que a vida,

tem mais horizontes, que se pode imaginar.

Meu lado da cidade.

novembro 14, 2012

Se você se encontrasse do meu lado da cidade,

eu poderia te pedir , para segurar em minha mão bem forte,

como antes, e deixaria você brincar com os meus dedos como você sempre fazia ,

eu já tinha te falado que é loucura você continuar ao meu lado ,

que eu não tenho nada ,e que cedo ou tarde algum de nos acabaria magoado,

mais você me disse não.que não se importava ,

você de longe me mostrou , que a saudade em si é suportável, mas oque destrói mesmo,

são as incertezas que chegarão, e entrarão pela porta, sem serem convidadas, 

e quando vi estavam dentro de minha cabeça ,

talvez seja a distancia ou o medo , mas eu fiz o meu máximo ,por mim , por você,

mas eu falhei .

E o que me resta é hoje é uma garrafa de vodka e alguns cigarros que você deixou na minha gaveta,

e o turbilhão de pensamentos que me derruba toda vez que eu tento levantar .

me desculpe, mais não vai ser assim que eu vou deixar de te amar .

Cretina

novembro 12, 2012

As palavras nunca tiveram tão pouco valor como hoje ,

oque sai da tua boca hoje já se contraria amanha,

E as promessas andam na mesma panela,

o mundo perdeu a graça, trocou pessoas verdadeiras,

por um bando Cagalhões de segunda .

se quer ser diferente honre, oque fala, tenha freio na língua, não saia fazendo promessas ,

como se fossem cheques sem fundos,

coloque-se no lugar de quem tu sacaneia,

porque o mundo da voltas ,

e amanha pode ser a tua vez ,

Cretina . 

 


%d blogueiros gostam disto: